Prefeitura suspende vacina, que Butantan disse esperar enviou da chinesa Sinovac

A vacinação contra à Covid-19 em João Pessoa está suspensa temporariamente. O plano será retomado assim que o Ministério da Saúde enviar novas doses, decisão que forçou o prefeito em exercício Léo Bezerra e o secretário Fábio Rocha (Saúde) convocar uma coletiva para explicar os motivos.

A propósito, aqui no blog, o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, justificou os motivos da falta da vacina CoronaVac, motivado pelo envio a partir da China da farmacêutica Sinovac.

Segundo o secretário Fábio Rocha, “as pessoas podem ficar tranquilas porque a vacina do Butantan poderá ser aplicada a partir de 28 dias… A estrutura montada, com respeito a todos os protocolos sanitários, nos permite dizer que havendo vacina, estamos preparados para imunizar em mais de 60 locais simultaneamente…”

“… Tranquilizamos a população, conforme informações técnicas do Plano Nacional de Imunização que, assim que houver as doses disponibilizadas, as pessoas deverão buscar os postos para atualizar a sua situação vacinal”, comentou o secretário municipal da Saúde.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.