Na audiência de custódia, juiz mantém prisão de Estela Bezerra

De nada valeu o questionamento da deputada Estela Bezerra, presa ontem durante a Operação “Juízo Final”, braço da Calvário, feito durante sua participação na audiência de custódia desta manhã.

É que o juiz Adilson Fabrício manteve a prisão preventiva ordenada pelo desembargador no âmbito da operação realizada ontem pela Polícia Federal, Gaeco/Ministério Público do Estado e a CGU – Controladoria Geral da União.

Indaga sobre o motivo de sua prisão, Estela disse: “eu sei, porque fui informada e li durante o período em que eu estava detida, eu li os autos que me levaram ser presa (…) Entendi porque estão me acusando, mas não entendi porque estou aqui”.

O juiz Adilson Fabrício explicou que crimes comuns não são para serem julgados pela Assembleia e, sim, pelo Tribunal de Justiça. Ontem, o legislativo estadual, em sua maioria, aprovou a liberação da parlamentar.

One comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.