Adriano esquece passado e parece dizer: ‘bola pra frente’

A julgar pelas palavras jogadas ao meio-fio nesta quarta-feira (6), fazendo ameaças de “contar tudo”, talvez nem o autor sabe o que (?), o deputado Adriano Galdino (PSB) tornara-se um ator da platéia. A propósito, não passou disso. Nesta quinta-feira (6), voltou a ser o Adriano, ex-presidente da Assembleia.

Pela manhã, o sucessor Gervásio Maia, também do PSB, já anunciara: “Tudo superado”. Sem magoas (pergunto o repórter)? “Sem magoas”. Maia se reuniu com Galdino, que definiu em três palavras apenas o encontro: “Tenso, rápido e produtivo”. Pelo visto, foi mesmo.

Por economizar as palavras, até parece que o encontro para tratar de possíveis divergências, as ameaças foram destruídas em poucos minutos. Desta vez, Adriano, sequer, falou em quarentena e tudo indica que não irá proceder de forma diferente a partir de hoje.

Ou seja, tudo como antes como no quartel de abrantes.