PMDB lança pré-candidatura de Fátima, JM não interfere

Pelo menos em Guarabira o senador José Maranhão não mete a “colher”. Também não conseguiria persuadir os “Paulino” de ficar fora da disputa à sucessão no município, ainda mais tendo como pré-candidata a ex-prefeita Fátima Paulino (PMDB). Ela lançou seu nome durante entrevista de rádio local. Foi logo dizendo a que veio:

“Nunca, nunca vamos nos aliar a quem não gosta dos mais humildes, prega o mal entre as famílias e vem acabando com a cidade por que prometeu muito para se eleger e não fez o prometido”. Mesmo não citando de quem se trata, mas não é preciso. Ela se refere ao atual prefeito Zenóbio Toscano (PSDB), seu adversário da campanha deste ano.

Em meio as perguntas dos radialistas, Fátima disse não poder fugir ao chamamento do povo. “O que eu diria aos meus netos quando eles perguntassem os motivos pelos quais não tinha aceitado uma nova chance de tirar Guarabira deste caos administrativo?…”.

“[…] Pois bem, não teria resposta convincente. Por isso, além do apelo da população, do PMDB e dos partidos aliados, aceito sim o novo desafio e sou pré-candidata a prefeita desta amada cidade”, bradou.

Quando perguntada acerca do vice, Fátima preferiu dizer o seguinte: “O segredo é a alma do negócio. Deixo essa questão a critério de Roberto e Raniery Paulino. É claro, com o meu conhecimento, eles estão conduzindo bem as negociações a respeito do meu futuro companheiro de chapa”.

– O nosso vice-prefeito será identificado com as massas, gostar do povão e um companheiro que vai me ajudar a administrar Guarabira com capacidade e inteligência – afirmou Fátima Paulino.

Prestigiaram o ato o ex-governador Roberto Paulino, o deputado estadual Raniery Paulino e a presidente do PMDB de Guarabira, Roberta Paulino, além de outros correligionários peemedebistas e de partidos aliados.

Blog/Assessoria