Deputado vai tolerar o DEM até abertura de nova ‘janela’

Sem dúvidas, o prestígio do deputado estadual João Henrique (DEM) está na sola dos sapatos, sobrevive politicamente em outro mundo partidário tamanho o isolamento que o partido lhe impôs. Ele serviu ao “Demo” apenas na recomendação quando foi votar na eleição para presidente da Mesa Diretora da Assembleia, em fevereiro de 2015. E só. De lá para cá ingeriu suco de laranja “podre”.

Mas já avisou que os tempos são outros e já prevê o desembarque para outra legenda. “Quando abrir uma ‘janela’ partidária; aí eu pulo para um novo partido”. Disse que pretende apenas ter segurança do que está fazendo e não pretende dar sopa para o azar, conforme fez questão de ressaltar. “A minha presença no Democratas deixa o partido constrangido, porque eles apóiam o governo e o único deputado da legenda pensa diferente. Prefiro deixá-los a vontade”.

Adiante, afirmou que não pretende ser um Walter Brito Neto do passado, único parlamentar a perder o mandato por infidelidade partidária. “Essa saída tem que acontecer na hora certa, porque agora eu incorreria num processo e poderia ser penalizado com a saída…”.

“[…] Vou aguarda a minha janela partidária que deve acontecer mais próximo das eleições, daqui a dois anos. Ou outra forma, como um partido novo”, concluiu.