Adesista, vereador deu o gesto; aguardem a cobrança

Num café da manhã que serviu para anunciar sua adesão a pré-candidatura de Cida Ramos (PSB), o vereador Chico do Sindicato (PT do B) – você já ouviu falar algo sobre ele, não? – se portou como  espécie de “terrorista” da pré-campanha de João Pessoa. Mas está no papel dele, principalmente em dar um gesto para dizer que “cheguei e estou aqui, quem sabe, para ficar”.

Nunca se sentiu tão importante como no momento em que se transformou na figura central. Estava a caráter: camisa laranjada e distribuindo “pancadas” para todos os lados contra o então aliado e prefeito Luciano Cartaxo (PSD). Apimentou o discurso. Não era ele. Parecia encarnado.

O vereador estava com a “gota” e pronunciou algo comum na postura de um adesista, mesmo que 50% se considerado que o partido de Chico do Sindicato faz parte da base aliada dos socialistas. Mas valeu a pena escutar a retorica, como faz bem a leitura de suas declarações aqui. Veja abaixo:

“Ele é um prefeito maquiador, que diz que inaugura 50 obras, mas falta provar. Fazer pintura de meio-fio, numa creche e colocar ar-condicionado não é obra…”.

“[…] Ele prometeu pavimentar as ruas do Rangel e não fez, o mercado do bairro, tive que fazer algumas intervenções com recursos próprios, assim como no campo de futebol. Os maquinários da Praça da Amizade foram abandonados”.

Disse mais:  “A Prefeitura não paga aos fornecedores, temos mais de quatro bloqueios de empresas de segurança, a gestão deve mais de R$ 7 milhões. Manda ele provar que o pagamento dos fornecedores está em dia. Agora, eu tenho como provar que dei  quatro bloqueios”.

Estava possesso, totalmente diferente de quando circulava pelo Centro Administrativo do Município e o Paço Municipal:

“Eu era da bancada de situação. Quando ele tinha 3% nas pesquisas, acreditei no projeto dele, mas ele é um prefeito que só fez prometer benefícios no bairro Cristo Redentor e no Rangel, mas até hoje, não fez nada…”.

“[…] Eu dei um prazo a ele até maio e não foi cumprido nada. O nosso laço de relacionamento, após o pedido de CPI, piorou, e sabemos que tem a irregularidade mesmo, e muitos vereadores da situação não assinaram com medo e assinamos a CPI porque precisamos esclarecer à população o desvio de dinheiro nas obras da Lagoa”.

Bem, é só desse blábláblá.