‘Faca cega’ fala no caminho de volta. ‘Ninguém se perde’

A pré-campanha da professora Cida Ramos, ex-secretária estadual de Desenvolvimento Humano, está na iminência de sofrer a sua primeira baixa e ocorre com a possibilidade de saída do PR dos deputados Wellington (Federal) e Caio Roberto (estadual). A legenda está se acertando com o prefeito Luciano Cartaxo (PSD), virtual candidato à reeleição.

Se acontecer o afastamento da base do governista PSB, o Partido da República é a segunda legenda a sair da base socialista. O PMDB lançou candidatura própria à sucessão municipal de João Pessoa e foi a primeira sigla a se afastar do terreno dos girassóis.

Presidente do PR de João Pessoa, o vereador Djanilson da Fonseca (foto) reagiu: “Fui pego de surpresa”. Isso aconteceu após o deputado Caio Roberto ameaçou romper a aliança insatisfeito porque a coordenação da campanha de Cida Ramos não está lhe dando a devida atenção, queixas que ele proferiu publicamente.

Fonseca, ou “Faca Cega”, como é mais conhecida o vereador disse que seguirá o partido na hipótese de rompimento, inclusive já avisou que “não tenho nenhum problema em retornar à base de sustentação do prefeito Luciano Cartaxo”. Ele assinou o requerimento propondo a criação da CPI da Lagoa e deverá providenciar a retirada de sua assinatura.

Adjanilson da Fonseca já falou como o mais novo integrante da base do governo municipal. “Não tenho nenhum desgaste com o prefeito. Nunca fiz nenhuma crítica a ele. Não há problema em voltar à bancada de Cartaxo, caso o partido assim decida. Sou partidário e vou seguir o que o PR orientar”, disse ele ao blog editado pelo  repórter Anderson Soares.