Moro reprova projeto que tenta impedir delação

Sob forte esquema de segurança, o juiz federal Sérgio Moro desembarcou nesta sexta-feira (27), onde profere palestra amanhã sobre “Cooperação Jurídica Internacional e Corrupção Transnacional”. Responsável pela condução dos processos da Operação Lava Jato, ele criticou os projetos de lei em tramitação na Câmara dos Deputados, em Brasília.

Um deles impede o fechamento de acordos de delação premiada com alvos presos e que alteram a nova regra jurídica, que prevê a prisão de réus condenados em segundo grau, como retrocesso no combate à corrupção e aos crimes de colarinho branco no país.

A despeito dessa proposta legislativa, o juiz Sérgio Moro comentou: “Eu fico me indagando se não estamos vendo alguns sinais de uma tentativa de retorno ao status quo da impunidade dos poderosos”. Muito provavelmente deverá ser tema de sua palestra deste sábado (28) na Conferência Internacional “Investimento, Corrupção e o papel do Estado”, evento promovido pelo Tribunal de Contas do Estado.