Coalizão entre PSD, PMDB e PSDB preocupa socialistas

Sem nenhum temor de enfrentar as grandes forças partidárias de João Pessoa – leia-se PSD, PMDB e PSDB -, os socialistas não se descuidam do seu “quadrado” da candidatura da secretária Cida Ramos (PSB) à sucessão do principal colégio eleitoral do Estado. O governador Ricardo Coutinho, em entrevista, disse que “essa soma pode gerar prejuízos para eles”, se referindo a operação “um por todos e todos por um” das eleições de outubro;

Com uma certa ironia, RC definiu assim a possível união dos partidos: “Da mesma forma que tem gente que pensa que um mais um é igual a dois, às vezes um mais um é igual a menos um”. Segundo destacou, “aumenta o alvo visto pela população (…). Aumenta a percepção da população em relação aos reais interesses; o poder…”.

“[…] É um aglomerado para poder se beneficiar com o poder. Quando se junta isso, o alvo fica muito maior”, concluiu.

No fundo, no fundo há uma clima de preocupação na base aliada do governador. Há partidos que já estão pensando em dar um marcha ré de conversas realizadas anteriormente, uma preocupação que os socialistas de João Pessoa não imaginavam que fosse ter neste momento.

Os partidos que estão na operação “um por todos e todos por um” querem “matar” a eleição no primeiro turno.