Tucano tornou-se um ‘petista’ nas criticas contra o PMDB

De agora em diante quem perguntar ao ex-deputado Ruy Carneiro sobre o provável governo do PMDB vai ouvir: “não seria o partido ideal para governar o país”. Destoa de todo o PSDB nacional, que deverá ser mais governistas do que os próprios peemedebistas que cercam o vice-presidente Michel Temer, eventual ocupante da cadeira presidencial.

Carneiro foi para os estúdios do Rádio Verdade (Arapuan FM) falou de tudo, inclusive que o candidato peemedebista Manoel Júnior, hoje, seria um incômodo para o seu partido, caso ocorra qualquer movimento de aliança com os tucanos nas eleições municipais de outubro. Porém, não se sentiu incomodado quando buscou o apoio do parlamentar do PMDB na campanha de 2014.

Quando fala é de contrariar os próprios filiados. Ao desqualificar o provável governo do vice-presidente Michel Temer ele acaba inviabilizando entendimentos futuros. E como ficaria o ex-deputado Ruy Carneiro se houver a união entre os dois partidos, conforme admitiu um tucano com plumagem de líder dentro do Partido da Social Democracia Brasileira?

Neste instante que desqualifica o PMDB nacional, Ruy Carneiro fica a margem de pleitear qualquer boquinha na estrutura administrativa do governo federal. Ou seja, fez um grande favor em criticar, pois é menos um a reivindicar espaço.