Manoel Júnior admite licença; suplente teve 6 mil votos

Candidato à sucessão de João Pessoa, o deputado federal Manoel Júnior (PMDB) vai abrir vaga para o seu suplente André Amaral, 25 anos de idade, também peemedebista; assumir a titularidade do mandato. “Isso acontecerá no tempo oportuno”, afirmou Manoel Júnior prevendo para meados de julho, quando a campanha para as eleições do maior colégio eleitoral do Estado verdadeiramente começar.

Manoel Júnior a atitude “orquestrada” de militante a “caça” dos deputados que votaram a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff, na sessão da Câmara Federal que aprovou o impedimento com 367 votos, contra 137 parlamentares que votaram “não”, além de sete obtenções e duas ausências.

“Essa é uma atitude antidemocrática, que não condiz com o momento”, disse Manoel Júnior, deputado como mais de 105 mil votos. Ele não marcou o dia em que pedirá licença para que o suplente André Amaral assuma o mandato.

Caso chegue lá, André Augusto Castro do Amaral Filho se tornará deputado federal de 6.552 votos obtidos na campanha de 2014. Suas maiores votações foram em João Pessoa (1.900) e Bayeux (1.435).