Lula chama pra guerra; Lindberg diz: ‘ir pro pau’. Escute

Lula cobra dos aliados petistas para irem pra guerra. Dizendo “é guerra, é guerra e quem tiver artilharia mais forte ganha”, o ex-presidente é flagrado em escutas telefônicas com o paraibano Lindberg Farias, senador pelo Rio de Janeiro, conversando sobre a “palavra de ordem” em voga no atual momento vivido no país.

O celular de Farias toca. Do outro lado da linha grampeada com autorização da Justiça, o senador Lindberg, ou “lindinho”, conforme descrito na relação da propinoduto da Odebrech, atende e escuta do ex-presidente: “É o seguinte meu filho eu tô com a seguinte tese: é guerra, é guerra e quem tiver artilharia mais forte ganha”.

Fala-se de trechos longos da gravação. O Estadão deu a informação com exclusividade. Porém, uma parte do diálogo foi jogado no Youtube. Prosseguido, Lula proclamau o grito de guerra: “É ir pro cacete. ” Lindberg acha uma maravilha: “Ir pro pau, presidente.” Novamente, Lula insiste: “É ir pro cacete.” Lindberg vibra: “Vamos embora, presidente.” Lula parece entregar os pontos: “Não tem mais jeito, não tem nem dó, nem piedade”.

Confira abaixo demais trecho do diálogo: