Deputado fecha boca sobre impeachment; pai está no governo

Recém escolhido líder da bancada do PTB, o deputado federal Wilson Santiago Filho foge da discussão que está na boca do povo: o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff. Justificativa estar se esquivando desse debate o fato do então ocupante do posto está na relatoria da comissão especial que trata do “caso Rousseff”. “Por isso, não estou podendo me posicionar”, alegou.

Na verdade, o parlamentar paraibano não está podendo se posicionar porque seu pai, o ex-deputado federal e ex-deputado estadual ocupa uma função na estrutura do governo federal, nomeado pela presidenta da República. Prova disso é que se diz indeciso quando ao impedimento de Dilma, cujo governo está sendo questionado de ponta a ponta desse país. Nas declarações do parlamentar estão a própria fraqueza do deputado-líder da legenda trabalhista:

” O que penso é que o processo de impeachment da principal figura deste país, a presidente da República, tem que ter argumentos jurídicos além de políticos”, pinou.

Por outro lado, joga no asfalto para agradar a população o argumento de que “todo este processo que está sendo feito através de Curitiba com a Operação Lava Jato, tem todo o meu apoio, a minha confiança e acho que é muito legítimo. Acredito que ele avança chegando a lugares ainda não sabidos”, aplausos para o parlamentar.

O receio maior é que o pai não perca a boquinha federal. É o que parece mais lógico.