Manoel Júnior vai com infantaria de dentro e fora do PMDB

Apesar do posicionamento dos deputados da bancada estadual, Manoel Júnior não será um comandante sem exércitos no embate municipal deste ano, em João Pessoa. Sua pré-candidatura a Prefeitura do principal colégio eleitoral do Estado é pra valer, inclusive já preparou toda a sua estratégia para o momento mais importante da campanha: os debates.

Enquanto seus companheiros cuidam dos próprios interesses, sem dar atenção à campanha municipal, Manoel Júnior segue a orientação do PMDB Nacional. Recomenda-se candidatura própria nas principais cidades. A propósito, confirmada pelo senador Raimundo Lira durante entrevista ao programa Rede Verdade, da TV Arapuan.

“O PMDB vai ter candidato em João Pessoa e Campina Grande. Agora, no segundo turno, como é uma nova eleição e se não fomos para o segundo turno – acredito que vamos estar lá, então, a tendência é apoiar o nome apresentado pelo PSB do governador Ricardo Coutinho”, disse Lira.

Essa constatação, porém, pode ser observada na movimentação dos deputados Gervásio Maia, Trócolli Júnior e Nabor Wanderley. Usam a estratégia de enfraquecer eleitoralmente a pré-candidatura de Manoel Júnior para evitar uma surpresa desagradável no transcorrer da campanha. Afinal de contas, o peemedebista postulante ao cargo de prefeito deverá estar acompanhado dos tucanos.

Por isso, compara-se a disputa eleitoral deste ano a uma guerra. Mas numa disputa acirrada como a que promete ser é a infantaria que costuma ganhar a guerra.


Descubra mais sobre Marcone Ferreira

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.