Surge o nome de Lígia como candidata forte a vaga no TCM

Há rumores da saída da vice-governadora Lígia Feliciano (PDT). Médica, ela estaria propensa a troca o cargo que ocupa atualmente pela vaga de conselheira do Tribunal de Contas dos Municípios a ser instalado, segundo informações que correm nos corredores do Palácio da Redenção, ainda este ano. A notícia não é oficial, mas os “Feliciano” se contentam mais com o posto vitalício proporcionado pelo órgão.

Os boatos ganham corpo na medida em que surgem os candidatos as vagas, das quais duas delas receberão a assinatura do governador Ricardo Coutinho (PSB). Ou seja, o nome de Lígia seria da cota do Poder Executivo e não tem nada a ver com a disputa travada entre os deputados, três da base do governo e um da oposição.

A especulação está no bojo do tsunami chamado TCM. Lígia deve estar passando por um grande dilema, principalmente entre ficar e assumir o governo por alguns meses com a renúncia de Ricardo para concorrer o Senado em 2018 e assumir a vaga que lhe parece legítima no órgão de contas dos municípios, podendo usufruir da vitaliciedade que o posto oferece.