PSDB de João Pessoa tem um problema. E sério: voto

Os tucanos de João Pessoa vivem numa situação parecida com um time que está na segunda divisão, lutando contra tudo e todos para voltar a elite do campeonato. Sem um elenco a altura pode ser obrigado a optar por ser coadjuvante nas eleições municipais de João Pessoa em 2016. Já tinha acontecido na campanha estadual de 2010, enquanto das vezes que concorreu a Prefeitura da Capital perdeu e feio as anteriores.

Sem voto, tem pouquíssimas chances numa disputa já polarizada pelos grupos políticos que estão a frente do comando dos governos do Estado e do Município (João Pessoa). Basta lembrar que os espaços na mídia estão sendo ocupados pelo nome à reeleição Luciano Cartaxo (PSD) e o pré-candidato João Azevedo (PSB), correndo, ainda, pela terceira via Manoel Júnior (PMDB).

Então, o que resta aos tucanos é uma aliança com os nomes apresentados. Se depender da vereadora Eliza Virgínia (foto), o PSDB pessoense seguirá com Cartaxo. “Espero apenas a compreensão do partido”, disse. Os tucanos têm que repensar os seus planos para o próximo ano, porque nada mais resta para um time, ou partido, sem estrela.