Ato ‘vil e covarde’ contra Raoni Vita tem repúdio de advogados

Bateu o desespero do grupo comandado por Carlos Frederico, candidato de situação à sucessão da OAB\PB, pois não tem outro adjetivo que justifique a tentativa de intimidação física e moral contra o advogado Raoni Vita, concorrente a vice-presidente na chapa encabeça por Paulo Maia. O clima da campanha atingiu sua temperada máxima.

O processo de intimidação moral e física ao advogado Raoni Vita aconteceu na semana passada, durante um debate entre os candidatos Carlos “Fred” (situação) e Paulo Maia (oposição). O ato da turba da candidatura situacionista gerou uma nota de repúdio pelo escritório (Roosevelt) Vita Advogados  & Consultores.

Veja abaixo o teor da nota:

O escritório Vita Advogados & Consultores, em repúdio aos abruptos atos ameaçadores perpetrados recentemente contra o jovem e respeitado advogado Raoni Vita, candidato a Vice-Presidente da OAB/PB pela Chapa 1 “Independência é a Ordem!”, liderada por Paulo Maia, considerando o comportamento lastimavelmente parcial de alguns setores da imprensa local, consolidado através de coluna em jornal de grande circulação exposta na data de ontem (domingo, 08), bem como das acusações proferidas pelo candidato a Presidente pela chapa situacionista em entrevista na data de hoje (segunda, 09), em respeito à verdade e sob a luz da justiça, esclarece o seguinte:

O advogado Raoni Lacerda Vita, que é sócio deste escritório que conta com quase 40 anos de história, desde que passou a figurar na chapa de oposição ao atual comando da OAB/PB, vem sendo alvo de sucessivos gestos de intimidação que ganharam contornos de irracionalidade na última sexta-feira (06), quando, ao final de um debate televisivo em uma emissora da capital, ainda dentro dos estúdios, foi surpreendido por um dos coordenadores da campanha situacionista com um violento tapa nas costas, seguido de um dedo em riste e uma voz esbravejando novas intimidações.

O ato vil e covarde, perpetrado por quem procura se valer da força em detrimento do verbo, extrapola os limites do tolerável, atenta contra toda uma categoria e a própria sociedade, e fere gravemente a democracia, cuja guarda a advocacia tem papel preponderante; contudo, não há de atemorizar quem tem a consciência dos justos e a exata dimensão do papel desbravador de extirpar vontades sub-reptícias de quem quer que seja.

Incontáveis advogados em condições profissionais e pessoais mais frágeis vêm sendo vítima de intimidações e ameaças durante esta disputa eleitoral, inclusive chegando ao absurdo de se alardear que o sigilo das urnas seria violado e que os advogados teriam que fotografar o seu voto, numa surreal quebra dos princípios constitucionais e éticos mais básicos.

Advogado, você é livre. Não tenha medo!

O escritório Vita Advogados & Consultores registra, para fins de esclarecimento, que o advogado Raoni Vita jamais conheceu qualquer quarto dos imóveis da família de Lindbergh Farias, no Rio de Janeiro, uma vez que residiu em imóvel locado pela assessoria jurídica do então candidato a Governador para exercer serviço prestado exclusivamente no período eleitoral de 2014 (pagamento declarado na prestação de contas e no seu IRPF) e tão somente para as ações eleitorais perante o Tribunal Regional Eleitoral.

O advogado Raoni Vita jamais foi contratado, atuou ou requereu habilitação em inquéritos, ações de improbidade ou criminais que envolvam o Senador Lindbergh Farias ou o candidato Carlos Frederico, diante do que seria materialmente impossível o compartilhamento de informações.

Destaque-se que em nenhum momento o advogado Raoni Vita fez qualquer comentário a respeito da genitora do candidato Carlos Frederico com relação aos fatos em questão, no que desafia e coloca à prova, posição igualmente adotada pelo companheiro de chapa Paulo Maia, que pôs em xeque desde o nascedouro a ardilosa trama de vitimização da chapa situacionista para tentar atrair a solidariedade de pessoas menos esclarecidas.

Tendo sido frustrado e escancarado esse embuste, passou-se agora a tentar buscar um suposto culpado pela eclosão da notícia das investigações, com o intuito de passar uma impressão de que a campanha está se nivelando por baixo com denúncias de lado a lado.

Jamais houve a exposição de qualquer documento ou informação sigilosa e cujo acesso não seja facilmente franqueado a toda e qualquer pessoa pela rede mundial de computadores, através de portais oficiais do Supremo Tribunal Federal e do Superior Tribunal de Justiça, e com ampla repercussão nacional em portais como O Globo, Revista Época, Veja e Congresso em Foco/UOL, pelo que este escritório repudia qualquer atribuição de responsabilidade.

A Paraíba conhece Raoni e a história do Escritório Vita, lastreada pelas insuspeitas trajetórias dos seus sócios Roosevelt Vita e Carlos Fábio, patronos de uma advocacia insurgente contra os poderosos de plantão e inquebrantável aos inconfessáveis desejos dos arrogantes.

Este escritório, através de seus membros, ao tempo em que manifesta total solidariedade ao advogado Raoni Vita, ratifica o inafastável compromisso pelo resgate da história da OAB, vilipendiada por aqueles que não possuem qualquer condição de representar a advocacia paraibana e os seus reais anseios, conclamando para, juntos, darmos um basta nestas práticas nefastas, seja gritando abertamente do fundo da alma ou no silêncio da urna no dia 17 de novembro.

João Pessoa, 09 de novembro de 2015.

Vita Advogados & Consultores


Descubra mais sobre Marcone Ferreira

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.