Torres bombardeia ‘traição’ de Rômulo na campanha passada

Alvo de todos os socialistas, o deputado Rômulo Gouveia (PSD) também não merece o “perdão” dos auxiliares do governo Ricardo Coutinho. Em entrevista a Rádio Arapuan, nesta terça (29), o secretário Luis Torres (Comunicação) disse que Gouveia é responsável “pelo maior ato de traição já visto na história política da Paraíba”.

E não parou mais: “O ex-vice governador Rômulo Gouveia participava do governo como aliado, participava da composição da chapa e abandonou o governador na última hora sem ao menos ter a coragem de olhar nos olhos e explicar as razões, que hoje nós sabemos, depois de usufruir deste governo durante três anos e seis meses…”.

“[…] Rompeu sem nem cumprir roteiro. Rômulo foi de forma virulenta a personificação da traição em 2014”, alfinetou.

Disse se sentir “perplexo” com o conchavo transcorrido durante a campanha passada com a participação de Rômulo Gouveia atuando na oposição do governador, poucos dias após as convenções.

Em recente entrevista, a deputada Estela Bezerra (PSB) também mirou o deputado Rômulo, também presidente estadual do PSD.