PT ameaça tomar mandatos de Anísio e Anastácio

O PT ameaça tomar os mandatos dos deputados Anísio Maia e Frei Anastácio, caso eles não se enquadrem a orientação partidária. A ameaça foi jogada ao meio-fio pelo presidente da legenda Charliton Machado, que radicalizou na decisão e nas declarações: “Os mandatos não têm vida própria; eles vivem através de decisões políticas do partido”. Isto acontece por causa da assinatura dos parlamentares no requerimento com pedido de abertura da CPI do Empreender, proposto pela oposição.

Segundo declarações de Machado, “ninguém foi eleito para ser representante de si mesmo, mas eleito para representar o partido que construiu uma aliança partidária, inclusive com a participação de Anísio”.

As declarações do presidente da legenda petista paraibana poderão provocar uma série crise interna, até porque os deputados não deverão aceitar a forma como Charliton Machado resolveu enquadrá-los, sobretudo de forma público e ameaçando toma-lhes o mandato por descumprimento da ordem partidária.

O que dizer então da fala do presidente petista ao se dirigir ao deputado Frei Anastácio: “Ele vem, infelizmente, na contramão desse projeto há muito tempo. Lamentavelmente, em alguns momentos destoa das decisões coletivas”.

Resumindo: o PT dividiu-se novamente. Ou seja, uma banda é governo, outra não.