Eduardo Cunha, o “rei da cocada preta”

Quem tachou o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), de “rei da cocada preta” foi o deputado Frei Anastácio (PT) durante pronunciamento feito agora a pouco do alto da tribuna da Assembleia Legislativa. Ainda são resquícios da tumultuada passagem do terceiro homem da linha sucessória do país por João Pessoa na semana passada.

Anastácio não parou com as críticas contra o presidente da Câmara Federal e acunhou acusando-o de “receber dinheiro do agronegócio para financiar sua candidatura”, ressaltou, ainda, que “ele (Cunha) quer dar um golpe na presidente Dilma”.

Cunha que teve rejeitado o título de cidadania pessoense através de uma proposta da vereadora Eliza Virginia (PSDB), vai acabar sendo agraciado com a honraria de “persona non grata”, oferecido a personalidade “indesejada”. A idéia ainda não surgiu, mas é o que deverá ocorrer em breve.

Nenhum parlamentar do PMDB saiu em defesa do presidente da Câmara Federal.


Descubra mais sobre Marcone Ferreira

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.