Governo não abaixa cabeça para presidente da Câmara

Sem encontrar “vida fácil” na Paraíba, o presidente Eduardo Cunha (PMDB-RJ) teve declarações sobre omissão do governador no debate da reforma política nesta sexta (10), no aspecto das condições de segurança, prontamente rechaçada pelo governo do Estado. Através de uma nota distribuída no começo da tarde, destaca o seguinte:

– O Governo da Paraíba tem o compromisso, dentro da legalidade e do dever constitucional, de garantir a segurança de todo e qualquer cidadão que esteja no Estado, mas não tem o poder de conter descontentamento e insatisfações populares contra a postura, o perfil ou o histórico do presidente da Câmara Federal ou de qualquer outro poder.

A nota destaca, ainda: “o presidente da Câmara vem à Paraíba, talvez inspirado pela pauta política nacional, partidarizar uma visita que se esperava produtiva na construção de uma agenda importante no que diz respeito à necessidade de uma urgente reforma política neste país e, especialmente, de um novo pacto federativo”.

E concluiu: “no mais, reitera que a Paraíba e o Governo estão de portas abertas para qualquer chefe de poder que, protegido do afã político, deseje contribuir para o aprimoramento de temas que visem o desenvolvimento deste Estado, do Nordeste e do Brasil”.


Descubra mais sobre Marcone Ferreira

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.