Governo apenas usa as armas que tem

O Palácio da Redenção faz valer sua ampla superioridade no plenário da Assembleia. Noutras palavras: usa as armas que não tinha no passado. Por isso, está a vontade nesta quinta (12) para aprovar as contas dos exercícios financeiros de 2011 e 2012, que a oposição não teve coragem, sequer, de discutir na legislatura de até então.

Portanto, na votação de hoje é só correr para galera e sem motivo algum de preocupação. A articulação da base governista está muito bem posta e não tem do que se preocupar. O trabalho começou ontem, a partir da mudança dos relatores nas comissões de Orçamento e de Constituição e Justiça.

Os deputados Caio Roberto (PR) e Frei Anastácio (PT) foram substituídos por parlamentares da estrita confiança do Palácio da Redenção. O Frei não só cedeu a relatoria, não fazendo questão alguma, como votou favorável a aprovação das contas do governo na Comissão de Orçamento.

Portanto, anote: não haverá surpresa e até é possível fazer um prognóstico sobre o resultado da votação em plenário: por unanimidade, ou maioria ampla.


Descubra mais sobre Marcone Ferreira

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.