SOBRE A PROMESSA DO RIVAL, Tárcio afirma: ‘é muita cara de pau’

Após o candidato à reeleição Ricardo Coutinho (PSB) prometer dobrar o salário dos professores da rede estadual de ensino, o rival das eleições de outubro Tárcio Teixeira (foto) pisou no mesmo estúdio de rádio (Sanhauá) nesta quinta (31) e tachou o governador reeleitoral de “cara de pau”. Durante a entrevista, Teixeira falou sobre propostas de governo na educação, saúde e segurança pública, áreas em que a gestão encontrou a maior dificuldade de gerir.

Quando instado a falar sobre suas propostas na área de educação, Tárcio Teixeira lembrou a promessa do candidato à reeleição de dobrar o salário dos professores em 2015. Disse: “É cara de pau se fazer esse tipo de promessa após quatro anos de sofrimento dos professores, sem sequer receber o piso”.

Segundo ele, os salários do magistério da Paraíba estão congelados desde o governo Cássio, “que até o ano passado estavam juntinhos”. Criticou, ainda, os gastos do governo do Estado com a Granja Santana. “Um absurdo! Como é que o governador com alto salário não quer pagar aluguel, não quer comprar lagosta, paga R$ 60 numa unidade de papel higiênico?”

“Fomos os primeiros a dizer que não iremos aceitar doações de empresas, sabendo que depois o empresário vai lá bater na porta para receber o investimento de volta”, disse o candidato Tárcio ao ser instado a falar sobre doações de empresas privadas para a campanha.

Aproveitou para cutucar os rivais: “Os candidatos da velha política estão fazendo campanha com nosso dinheiro, porque são senadores e governador. Nas cidades vão inaugurar obras, mas também pedir voto”.

Foto: Polêmica Paraíba