RADICAL QUER ESTATIZAÇÃO do transporte público da Paraíba

Antônio Radical, candidato ao governo da Paraíba pelo PSTU, deu uma passada pelos estúdios do programa Correio Debate nesta quarta (23) e defendeu algo que a população aprova integralmente. Ele quer a estatização do transporte público, principalmente em João Pessoa e Campina Grande, como forma de melhorar a mobilidade urbana. Chegou a apresentar a solução, cuja idéia passa pela construção de um sistema administrado por um conselho formado por usuários e profissionais do setor.

Falando com conhecimento de causa, Radical disse que não tem como resolver o problema da mobilidade sem que seja investido no transporte público de mais. Não deixou escapar a oportunidade para fazer duras criticas candidatos Cássio Cunha Lima (PSDB) e Ricardo Coutinho (PSB), envolvendo eles em escândalos de corrupção eleitoral na Paraíba.

“Temos um senador que, enquanto governador, foi cassado por corrupção. E temos um atual governador, que durante o período à frente da prefeitura de João Pessoa se envolveu em vários escândalos de repercussão nacional, como o da merenda escolar e o Jampa Digital”, declarou.

Também mirou o tucano Cássio por ter descumprido a lei do nepotismo. Segundo Radical, o senador sancionou a Lei, mas descumpriu ao nomear o tio Fernando Cattão para o cargo de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado.

“O combate a corrupção é uma coisa muito séria e o corrupto tem que ser punido com o rigor da lei, não apenas ser condenado e preso, mas seus bens devem ser confiscado para que a sociedade possa ter recuperação do que esta pessoas causou ao poder publico. É isto que nós defendemos”.

Defendeu mais investimento na segurança pública, segundo ele, um verdadeiro desastre na Paraíba, com aumento alarmante dos índices da violência nos últimos anos.

Esse é o Antônio Radical que os paraibanos conhecem.

Fonte: Maispb