AUXILIARES DEIXAM O GOVERNO para se engajar na campanha tucana

Mais dois auxiliares deixam o governo “socialista” para se engajar na campanha do candidato a governador Cássio Cunha Lima (PSDB), principal adversário de Ricardo Coutinho (PSB) na eleição de outubro. São eles: Marcos Alfredo, chefe de gabinete da Secretaria de Comunicação e Sabino Dias (foto), ex-prefeito de Bonito de Santa Fé e um dos assessores do Palácio da Redenção, trabalhando em gabinete vizinho ao chefe do Executivo da Paraíba.

No começo desta semana o secretário-chefe da Controladoria, Luzemar Martins, já tinha protocolado seu pedido de exoneração. Saiu sem revelar os motivos. A pergunta que não quer calar: o governo tem quadros para repor essas peças? Vai buscar aonde?