BASE DO GOVERNO MAIS MAGRA: deputado admite desembarque

Um deputado do bloco governista informou ao signatário do blog que poderá deixar o grupo ainda este mês, antes da conclusão convenções partidárias marcadas para 30 de junho. Revelou que ainda não fez temendo represália, pois teria sua base de atuação política invadida por determinação do governador reeleitoral.

Disse que a situação era de dificuldades para os parlamentares da base que tentam à reeleição, porque o eleitor das regiões do Estado não querem votar na reeleição do governador, “inclusive  pessoas chegam para dizer que não votam em mim porque estou no projeto de reeleição do governador”.

“[…] Então, estou pra tomar uma decisão e até discordar da orientação do meu partido”, complementou.

Situação idêntica vive o deputado Antônio Mineira (PSDB), que estabeleceu uma dissidência partidária. O parlamentar está afastado das atividades legislativas a pedido do Palácio da Redenção, que articulou a permanência do líder Hervásio Bezerra (PSB) na titularidade do mandato.

Mineral também já retirou o pé do freio.


Descubra mais sobre Marcone Ferreira

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.