UM ‘PASSARINHO’ CONTOU A UM deputado sobre união das oposições

O tema união das oposições no primeiro turno das eleições de outubro, na Paraíba, volta a ganhar força como um dos principais assuntos do cenário político-eleitoral. Veio através de uma declaração do deputado estadual Vituriano Abreu (PSC) na manhã terça (3). E mais: sem que tenha sido perguntado a respeito de um fato defendido pelo senador tucano Cássio Cunha Lima e o ex-governador José Maranhão, também presidente estadual do PMDB.

A união se daria em torno da pré-candidatura de Cássio ao governo estadual, cuja escolha decorre do tucano está mais bem situado nas pesquisas de opinião pública já veiculada pela imprensa, além das consultas internas encomendadas pelos partidos. Convicto do que estava proclamando, Vituriano disse que estava repassando a informação porque “um passarinho soprou no meu ouvido” que a oposição vai estar junta, no mesmo palanque, nas eleições de outubro.

Inclusive o PMDB do pré-candidato Veneziano Vital do Rêgo? “Inclusive o PMDB deve fazer aliança com o PSDB”. Ele apontou que o seu PSC deve mesmo seguir o senador Cássio, apesar do prazo até 30 de junto para uma definição. “O povo sabe, não tem o que discutir […] Quem manda em político é o povo”.

Uma coisa é certa: conversas existem aqui, mas principalmente em Brasília. Lá é onde tudo se decide.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.