SILÊNCIO DO SENADOR CÍCERO dobra bico das lideranças tucanas

Vem de Brasília uma informação que ainda não chegou por aqui. Nem se tem conhecimento de que venha ser jogada no asfalto nos próximos dias. O signatário do blog acredita que só venha ocorrer no prazo final das convenções partidárias em junho, quando o PSDB, de acordo com previsão do provável candidato a governador Cássio Cunha Lima, definirá a chapa majoritária que vai concorrer ao governo do Estado e Senado Federal nas eleições de outubro.

Mas o que este repórter tem a informar é noticia que corre nos corredores do Senado, na ala senador Alexandre Costa, gabinete 21, ocupado pelo senador paraibano Cícero Lucena (PSDB), que está sendo preterido de disputar a reeleição no pleito deste ano. Um amigo comum disse ao blog:

“Cícero não vai falar até que o partido se pronuncie oficialmente”, compreensível a postura adotada pelo senador, até porque essa situação acontece pela segunda vez dentro do ninho tucano contra ele. Parece até uma decisão deliberada, com o objetivo de afastá-lo definitivamente da política.

Será? Bem, se não for é o que estão deixando transparecer os tucanos. Quanto a informação procedente de Brasília e que não há ainda uma confirmação oficial é de que não passa pela cabeça de Cícero concorrer uma vaga na Câmara Federal, aspecto que o senador estaria coberto de razão, até porque ele não se preparou para disputar esse mandato.

Outra coisa: quem garantirá que o PSDB vai brigar em defesa da candidatura dele a deputado federal, tendo como concorrente dentro de “casa” o presidente do partido na Paraíba, Ruy Carneiro – vai pra reeleição – e, ainda, Pedro Cunha Lima, filho de Cássio?

Quem garante, quem garante?

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.