GOVERNO DA PARAÍBA CRIA POSTO vitalício de Coronel da Polícia Militar

Para perpetuar os coronéis militares em seus postos, o governo “socialista” criou a figura do cargo vitalício na Polícia Militar da Paraíba. A denúncia foi jogada ao meio-fio pelo Coronel Jarlon Cabral, que informou ao blogueiro Helder Moura que “a coisa” teria sido feito através da edição de uma Medida Provisória, a de número 221.

Segundo informações, o objetivo é dificultar a ascensão de outros oficiais. Talvez, o oficial que está na fila para receber a última patente da Polícia Militar certamente não gostou da atitude do governador Ricardo Coutinho, que assinou a Medida Provisória.

O Coronel Jarlon, autor da denúncia, expôs seu ponto de vista daquilo que pode ser considerado um “golpe” malfeito. Disse ele: “não tem necessidade do policial quando completar seu tempo de Policia permanecer na ativa, essa MP 221 vai dificultar as promoções dos mais novos, travando o quadro de vagas […].  Quando o Policial completar seu tempo de serviço deve ir pra casa descansar e curtir melhor a família, além de recuperar sua saúde que após 30 anos de serviço”.

Pelo menos é o que diz o art. 31 da MP: “O Coronel de Polícia Militar ou Bombeiro Militar do Estado que, à época da transferência para reserva remunerada, esteja no exercício de cargo em comissão de Comandante Regional, poderá, a critério do Chefe do Poder Executivo, continuar em atividade e
permanecer no cargo.”

“A coisa” nos quartéis está de vaga desconhecer bezerro. Pelo menos, o clima entre os oficiais que estão na fila esperando a ascensão.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.