DUNGA DENÚNCIA DEMISSÃO DE servidora de licença maternidade

É lei e precisa ser respeitada. Mas como o governo do “socialista” Ricardo Coutinho faz a sua própria legislação, então demitir servidoras de licença maternidade tornou-se um ato absolutamente normal. Nesta terça (13), o ex-deputado estadual Dunga Júnior (foto) jogou ao meio-fio a denúncia de uma funcionária jogada no olho da rua nestas condições, conforme o Diário Oficial reproduzido ao lado.

A demissão seria um ato legal, pois a servidora Maria Rosalva Barbosa ocupa um cargo comissionado. No entanto, ela estava no pleno gozo de sua licença maternidade, conforme adiantou Dunga Júnior. “Pura perseguição você afastar uma servidora de licença maternidade e que prestava um excelente trabalho à comunidade estudantil”, disse.

A funcionária demitida, mesmo cumprindo licença maternidade, ocupava o cargo de diretora da Escola Estadual de Alcantil, cidade localizada na região do Cariri Paraibano. E pasmem! Estava na função há quase 20 anos. Isto mesmo, 20 anos.

“Demitir pessoas com mais de 10, 15 ou até 20 anos é normal para o governo que aí está, o que não pode acontecer é um ato de desumanidade”, ressaltou.

O ex-parlamentar vai provocar a Justiça para que o direito da servidora seja reparado. A todos em que os rigores da lei foram praticados.

diário oficial

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.