VENEZIANO: ‘POR QUE O SENADOR não reagiu as 20 mil demissões?’

Para o pré-candidato a governador pelo PMDB, Veneziano Vital, o senador Cássio Cunha Lima (PSDB) é co-responsável pela onda de demissões dos prestadores de serviço pelo governo “socialista” em 2011, quando mais de 20 mil servidores foram jogados no olho da rua numa única canetada. “Onde estava o senador quando essa gestão deixou de pagar o subsídio do pessoal do Fisco, as conquistas do pessoal do IPEP ou os policiais?”, indagou Veneziano.

“O senador (Cássio) deveria ter reclamado no tempo […]. Agora é tarde demais e soa como oportunismo, já que rompeu a aliança com o governo do qual ele participou por mais de três anos…”.

“… Por que ele não reagiu no tempo das primeiras 20 mil demissões em defesas desses servidores, só fazendo isso agora para tirar proveito da situação […]. Talvez, tivesse impedido que milhares pais e mães de famílias passassem por esse constrangimento das demissões e perseguições…”.

“… Vejo que o senador é responsável por tudo o que vem ocorrendo na Paraíba […]. Preferiu ser omisso, ficou em silêncio, enquanto o governo que ele ajudou a eleger patrocinou todas essas perseguições […]. Falar agora não parece descente”.

Veneziano fez mais indagações diretamente ao senador Cássio Cunha Lima, agora no tocante a segurança pública:

 “Onde andava o senador, enquanto a Paraíba se tornou o terceiro Estado mais violento do País, a tal ponto que João Pessoa foi destaque mundial como a 9ª cidade mais violenta do mundo, e até mesmo Campina Grande entrou no ranking como 25ª mais violenta do mundo? Onde estava o senador que permitiu que chegássemos a esse descalabro?”.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.