ESTADO RECORRE AO JUDICIÁRIO para brecar reajuste dos servidores

O governo vai recorrer ao Judiciário mais uma vez, novamente, de novo, agora e sempre contra o reajuste salarial para os servidores públicos. Uma emenda do deputado Anísio Maia (PT), ex-líder da bancada de oposição, à MP 218/2014 aprovada pelo Legislativo amplia de 5,91% para 18,16% o aumento do funcionalismo concedido pela gestão “socialista”.

Trata, na verdade, da busca pela recuperação das perdas salariais. Ocorre, porém, que o assunto não interessa ao Palácio da Redenção, principalmente quando é para beneficiar os servidores, que parece não ter muito que comemorar no Dia do Trabalhador. Como se sabe, logo que houve a aprovação em plenário da emenda de Anísio o ainda futuro líder Hervázio Bezerra veio logo com a notícia ruim de que o Estado vai recorrer ao Judiciário.

Veja o argumento usado por Bezerra para frear o reajuste: “Esta é uma matéria de prerrogativa do Executivo […]. Estamos em ano eleitoral e esta é uma medida puramente eleitoreira, o que julgo ser ruim, pois confunde o funcionalismo e a opinião pública”.

Não percebe o futuro líder que o governo quando rejeita o reajuste dá as contas aos servidores. Afinal de contas, é melhor da atenção para mais de três milhões de habitantes paraibanos do que beneficiar 100 mil funcionários públicos, conforme apregoa o governador do Estado.

Como hoje 1º de maio é Dia do Trabalhador, então os trabalhadores públicos da Paraíba continuarão sem o que comemorar.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.