PSD LIBERA FILIADOS, QUE PODEM votar em quem quiser para governo

Filiados do PSD de Rômulo Gouveia não estão obrigados a votar no “socialista” Ricardo Coutinho,  virtual candidato à reeleição, a exemplo da vereadora Raíssa Lacerda e o ex-vice-governador José Lacerda Neto. O partido liberou geral a seguir, inclusive outras candidaturas adversárias nas eleições de outubro.

Em entrevista televisiva, o governador em exercício Rômulo Gouveia, também presidente estadual do PSD, garantiu que não haverá “amarras”. Segundo o dirigente partidário, “o partido dá liberdade aos filiados, mas gostaria muito de contar com a união de nossa legenda”. Ele chegou a citar o caso da vereadora Raíssa.

“Respeito a posição dela (Raíssa); já disse isso. Por isso, os filiados do PSD estão à vontade a seguir o caminho que lhe convier”, disse Rômulo.

Talvez, o governador reeleitoral Ricardo Coutinho não deverá se preocupar com isso. O que não quer perder é o tempo de televisão que o PSD de Rômulo irá lhe oferecer na propaganda eleitoral. Para ele, é mais importante.

Portanto, os seguidores de Rômulo estão livres para votar nele para senador, caso seja confirmado na vaga, mas livre para apoiar as possíveis candidaturas do tucano Cássio Cunha Lima ou no peemedebista Veneziano Vital.

Campina Grande agradece.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.