‘GATO PRETO’: MPF SUBMETE ENERGISA ao vexame; Trócolli Jr. comemora

trocolliproc

Depois de acatar as denúncias do deputado Trócolli Júnior (PMDB), o Ministério Público Federal (MPF) submeteu a Energisa ao vexame. Deu-se na tarde desta quarta (19), cuja determinação estabelece um prazo de 90 dias para que a Aneel – Agência Nacional de Energia Elétrica – investigue as irregularidades jogadas ao meio-fio pelo parlamentar. Vocês estão lembrados do “fio preto”? Pois bem, diz-se respeito a essa prática danosa da empresa distribuidora de energia na Paraíba.

Trócolli recebeu a informação sobre a decisão do MPF através do procurador Yordan Delgado. Ele ordenou que no final da investigação seja apresentado um relatório constante de tudo que foi apurado a respeito do caso. O deputado comentou: “Algumas grandes empresa querem fazer com que o povo esqueça os prejuízos causados para a população, mas nós não descansamos; estamos atentos e não vamos permitir que os paraibanos sejam lesados dessa forma…”.

“… As denúncias feitas contra a Energisa são muito graves e não vamos descansar enquanto tudo não for esclarecido”, ressaltou.

Em caso de comprovação das denúncias, o deputado afirmou que vai exigir punição rigorosa das irregularidades praticadas pela Energisa. “Sem dúvida, já que a empresa distribuidora de energia prejudicou o povo paraibano, praticando fraude nas ligações de energia do consumidor e nós vamos cobrar, também exigir punição porque o nosso mandato é baseado na defesa do cidadão e não das grandes empresas”.

O caso – no ano passado um funcionário da própria Energisa denunciou que a empresa estaria fraudando as contas dos consumidores paraibanos simulando o chamado ‘gato’ na intenção de lesar o cidadão.

Blog/Assessoria

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.