NO RÁDIO, VENEZIANO DIZ QUE divisão favorece o time do PMDB

Veneziano Vital (PMDB) não está preocupado com os prováveis adversários na corrida ao Palácio da Redenção nas eleições de outubro. Para ele, tanto faz enfrentar o governador Ricardo Coutinho (PSB) como o senador Cássio Cunha Lima (PSDB), juntos ou separados. O candidato peemedebista prefere acreditar no potencial do seu partido, nas propostas que irá debater com os paraibanos quando a campanha começar verdadeiramente.

Durante entrevista a Rádio Correio nesta quarta (20), ele disse que o seu partido independe do rumo que deverão tomar o PSDB do senador Cássio e o PSB do governador Ricardo. “Se eles estiverem juntos, bem e se eles estiveram divididos, melhor ainda”.

Ex-prefeito de Campina Grande – segundo maior colégio eleitoral do Estado -, Veneziano é sabedor que o discurso dos prováveis adversários é o mesmo. “Vão dizer que não existe insegurança, que a Educação é a ‘melhor’ entre os estados brasileiros, que está “tudo bem” com a Saúde e que os funcionários públicos estão “satisfeitos. Eles são os mesmo; um governo, o outro apóia”, disse Veneziano se referindo a Cássio e Ricardo.

“Na verdade, eles são o governo e vão ter que se dividir e isso nos beneficia, pois somos e fazemos o papel da oposição (…). Isso é o que a população paraibana já está percebendo”, destacou.

Sabe perfeitamente que o PMDB não depende do PSDB, nem do PSB. “O PMDB depende das suas pernas, das suas tarefas cumpridas e, principalmente da confiança do povo, pois por um lado carrego a carga difícil de estar na oposição, por outro nós carregamos a história de lutar de um partido forte”.

Veio a pergunta mais esperada: qual o cenário que mais favorece ao PMDB? Veneziano não pensou duas vezes. E disparou: “PSDB e PSB separados favorece o PMDB”.

Agora, reflita.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.