PSB ENQUADRA PSDB E COMPARA o partido como outro qualquer

Presidente estadual do PSB, Edvaldo Rosas (foto) enquadrou o PSDB do senador Cássio Cunha Lima. Chegou a comparar a legenda tucana como outra qualquer da base aliada do governo “socialista”, desconhecendo a jornada de 2010 em que os pessebistas foram os maiores responsáveis pela eleição do governador Ricardo Coutinho, virtual candidato à reeleição.

Em entrevista no rádio, Edvaldo Rosas anunciou para o dia 22 de março um encontro com todos os partidos da base aliada, marcado para o Centro de Convenções de João Pessoa. “É uma definição de campo para saber com quem podemos contar…”.

“… Nós queremos demarcar o nosso espaço, quais os partidos que vão estar conosco agora em março”, comentou o presidente estadual do PSB do governador Ricardo Coutinho.

Complementou seu ponto de vista transmitindo um recado para os tucanos, responsável pela irritação dos “socialistas”. Segundo Edvaldo Rosas, “não dá para esperar até o dia 30 de junho com uma ata debaixo do braço”, disse ao lembrar do episódio de 2010, quando o PP do ministro Aguinaldo Ribeiro foi a convenção do PSB, à época, mas compôs na coligação do PMDB.

O dirigente partidário trabalha no cenário sem a participação do PSDB de Cássio, que ainda não oficializou o rompimento com o governador. Edvaldo Rosas, antes do “grande encontro” de 22 de março, pretende ter uma conversa com o presidente dos tucanos paraibanos, o deputado federal Ruy Carneiro.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.