CABEDELO ESTÁ TOMADO PELO LIXO; nesta sexta tem protesto por lá

Nesta sexta (7) tem protesto em Cabedelo por causa do acúmulo de lixo em diversos pontos do município da Região Metropolitana de João Pessoa. Enquanto o prefeito Leto Viana (foto), que sentou na cadeira sem obter um voto sequer nas eleições de 2012, cruza os braços diante da podridão que se alastra pela cidade, os moradores sentem-se incomodados porque andar pelas calçadas se transformou para as pessoas um grande desafio.

Os resíduos causam mau cheiro e propiciam a aparição de insetos. Leto parece perdido diante da situação, demonstrando incompetência administrativa por não saber dar solução aos apelos dos moradores da conhecida “Cidade Portuária.” A Empresa Marquisa Ambiental distribuiu uma nota no meio da tarde desta quinta (6), anunciando a suspensão do serviço de coleta de lixo em Cabedelo.

No escrito revela, ainda, que está abrindo mão do contrato que tem com a prefeitura. De acordo com as informações da empresa, “o município (Cabedelo) tem uma dívida astronômica no valor de R$ 6,4 milhões para com a Marquise.

O acúmulo do lixo atrapalha as principais atividades econômicas da cidade e traz malefícios aos moradores. E o prefeito Leto Viana o que disse para justificar tamanha irresponsabilidade? Nada, não abriu a boca porque não dá para justificar o injustificável.

Abaixo a nota da Marquise:

“A Marquise Ambiental lamenta informar que será forçada a suspender os serviços de limpeza urbana de Cabedelo, a partir do dia 7 de fevereiro. Essa é uma decisão extremamente difícil para a empresa. Apesar das insistentes tentativas da Marquise Ambiental, a Prefeitura se recusou a firmar acordo para sanar uma dívida que já passa de R$6,4 milhões.

Uma das três maiores empresas brasileiras na área de coleta, transporte e destinação final de resíduos sólidos, com mais de 30 anos de atuação e presença em várias capitais e cidades, a Marquise Ambiental esteve sempre comprometida com Cabedelo.

Desde junho de 2010, quando assumiu a limpeza urbana do Município, a empresa vem cumprindo todos os seus compromissos. Para não prejudicar a população, manteve todas as atividades, mesmo sem receber o equivalente a dez meses de contrato.

A Marquise Ambiental reafirma seu compromisso com Cabedelo e espera que as autoridades municipais encontrem alternativas para evitar a interrupção de um serviço que é essencial à população.”

A Direção.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.