PRESIDENTE DO PSL DETONA Cássio em entrevista bombástica

Desde já, o PSL paraibano sinaliza como sendo o partido que vai pedir a impugnação do senador Cássio Cunha Lima (PSDB) no momento em que o tucano registrar a candidatura ao governo do Estado. Como se sabe, o tucano pode ter impedimento jurídico por causa da cassação dele em 2006.

Isto ficou demonstrado durante entrevista televisiva do presidente da legenda e deputado estadual Tião Gomes. Ele defendeu à reeleição do governador Ricardo Coutinho (PSB).

Segundo Tião, “existe a Paraíba de antes e depois do governo Ricardo Coutinho”, destacando que dos últimos governadores “foi quem mais contribuiu com o desenvolvimento do Estado (…). Por isso, o PSL apóia a recondução do governador ao Palácio da Redenção”. Continuando, “é só comparar”.

Ainda sobre o senador Cássio, o presidente do PSL paraibano lembrou que “no governo dele, o servidor para receber salário teria que recorrer a empréstimos bancários”, destacando que “isso nunca aconteceu na gestão de Ricardo, que pegou esse Estado em situação bem pior que Cássio e o funcionalismo nunca deixou de receber em dia, sem ter que recorrer a empréstimo”.

“Qual a referência do governo Cássio? É um político a moda antiga, que promete e não faz (…). O governador Ricardo Coutinho promete e faz; um político de futuro”, ressaltou.

Gomes teria sido escalado para jogar ao mar o governo Cássio Cunha Lima. A irritação do dirigente partidário decorre da movimentação do tucano em concorrer ao governo nas eleições de outubro. Nunca é demais lembrar que o próprio Tião foi o primeiro a telefonar para o ex-governador Cássio no episódio do rompimento da barreira de Camará, cuja providência ocorreu na mesma hora e no mesmo instante. Pode estar cometendo uma grande ingratidão.

As caneladas estão apenas começando.

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.