Tinha que ter um ‘bombeiro’, mas governador põe gasolina na fogueira

Um “bombeiro” chamado Gustavo Nogueira – secretário estadual de Planejamento – acertou com a Comissão de Orçamento da Assembleia a votação da LOA para o dia 22. Bastou uma conversa simples com os deputados de oposição, algo que o governador Ricardo Coutinho (PSB) se recusa a fazer há três anos.

No mesmo instante o governador Ricardo, em entrevista, tachou os deputados de “meninos buchudos”. Usou sua artilharia em cima do presidente da Assembleia, Ricardo Marcelo (PEN). “Trata-se de uma minoria que fica encastelada na presidência da Assembleia”.

Ninguém sabe, mas pode não estar valendo mais nada a visita e o acordo fechado pelo secretário Gustavo Nogueira, que resta apenas pedir desculpas aos parlamentares, pois empenhou sua palavra que o silêncio iria predominar até a votação da Lei Orçamentária Anual.

“Parece brincadeira de menino buchudo…”, proclamou o governador Ricardo Coutinho. Até o fechamento da matéria nenhum deputado de oposição havia se pronunciado sobre as declarações do chefe do Executivo paraibano.

 


Descubra mais sobre Marcone Ferreira

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.