Parlamentar fala em por um fim na gangorra política da Paraíba

Depois de anunciar o encerramento do ciclo como deputado federal, Major Fábio (Pros) não abre mão de sua pré-candidatura ao governo do Estado. “É preciso acabar com essa gangorra do amarelo e do vermelho”, se referindo a disputa entre os grupos comandos pelos ex-governadores José Maranhão (PMDB) e Cássio Cunha Lima (PSDB), hoje senador da República.

Disse mais: “Só abro mão de minha candidatura (pré) em nome de um personagem dos segmentos sociais; esse é o desafio que faço”, complementou o deputado, representante dos militares e, talvez, o maior defensor da aplicação da PEC-300.

Ex-DEM, o parlamentares está entre os 20 que mais trabalharam durante o ano de 2013.  “Foi um prêmio à luta pela confiança que os paraibanos me deram durante as eleições de 2010”. Ele obteve mais de 68 mil votos na campanha passada. No entanto, só está titular do mandato há 11 meses por causa da eleição de Romero Rodrigues a prefeitura de Campina Grande.

“Estou pronto para servir a Paraíba. Quero debater muito a segurança pública, mas já estou estudando a saúde, a educação… Não quero ser o governador (Ricardo Coutinho), que prometeu acabar com a violência em seis meses de governo e aí estar o povo reclamando da insegurança no Estado”, frisou.

O discurso é bom, mas pode faltar estrutura de campanha ao deputado Major Fábio. “Assim como me fez deputado federal por duas vezes, Deus vai me fazer também governador”, ressaltou.

É preciso ter fé. É o que não falta ao deputado Major Fábio.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.