PT lembra “ame-o ou deixe-o” para petistas deixarem governo do PSB

A frase “ame-o ou deixe-o” é antiga, como se sabe, mas muito colocada no dias atuais, principalmente no momento vivido entre o PT, o deputado federal Luiz Couto (foto) e outros três petistas que ocupam cargos no governo do PSB/Paraíba. São eles: Marinelson Batista (secretário de Agricultura), Carlos Alberto (adjunto da Infraestrutura) e Francisco Linhares (Turismo).

Pois bem, os quatros vão ter que decidir entre permanecer filiado no Partido dos Trabalhadores ou continuar servindo o Partido Socialista Brasileiro na disputa contra os candidatos petistas nas eleições do próximo ano, seja em nível nacional ou no plano estadual.

“A orientação do PT nacional é romper com o PSB, nosso ex-aliado e que esteve conosco no governo federal, inclusive ocupando espaços em ministérios (…). Então, eles (“socialistas”) já desocuparam as funções que ocupavam no governo de Lula e agora da presidente Dilma e o papel do nosso partido é entregar os postos nos estados”, disse o presidente estadual Rodrigo Soares.

Para o deputado Luiz Couto – que é padre – porque não seguir a filosofia do “ame-o ou deixe-o”. Serve também para os seus aliados que estão no governo do PSB paraibano.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.