PSDB mantém sigilo sobre adesões temendo a caneta do governador

Temendo a caneta do governador, o PSDB mantém sob sigilo absoluto, guardado a sete chaves, os nomes das lideranças políticas que estarão aderindo ao projeto do partido para as eleições do próximo ano.

“A divulgação de nomes dos futuros aliados que estão desembarcando com suas filiações em nosso partido poderia ser objeto de cooptação. Portanto, vamos mantê-los em segredo”, adiantou um tucano.

O ninho tucano deverá estar recebendo uma enxurrada de filiações na próxima segunda-feira (23). Falam que cinco, seis ou sete deputados estaduais que estariam chegando ao Partido da Social Democracia Brasileira, que poderá se transformar na maior bancada do colegiado da Assembleia Legislativa.

“Sem contar com o deputado Antônio Mineral, que já pertence ao nosso grupo político e Hervásio Bezerra (líder do governo); esse já está de saída”, adiantou o interlocutor do blog.

A caneta temida pelos tucanos é a mesma que está mandando Hervásio e a suplente-deputada Iraê Lucena (PMDB) para o PPS, mesmo com a incerteza de esse partido seguir com a candidatura reeleitoral do governador Ricardo Coutinho (PSB).

Os tucanos estão com a “barda”, ou as penas de molho.

     psdb e psb

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.