“Não pudemos virar sublegenda do PSB”, diz vereador do PPS

A anunciada transferência de comando da deputada Gilma Germano para Buba Germano – marido e mulher -, a reação de setores do PPS paraibano foi imediata. Nem mesmo a informação esquentou e o vereador Bruno Farias veio à boca do palco para expor o seu ponto de vista: “É o mesmo que ratificar o partido como sublegenda do PSB na Paraíba”.

bruno

E prosseguiu: “Além de servir a um mero instrumento oligárquico, que ocorre muito no interior do Estado, de transparência de poder entre os familiares”. Farias discorda da articulação e considerou como sendo uma “manobra de baixa envergadura política”.

O vereador é vice-presidente do PPS no Estado e defende o nome do vice-prefeito de João Pessoa, Nonato Bandeira, para presidir a legenda. Complementando seu raciocínio, Bruto disse que “não pudemos virar sublegenda do candidato a reeleição”.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.