Trócolli e os ruídos das mudanças na Segurança Pública do Estado

A idéia inicial do governo era mostrar que trabalha para reduzir índice de violência. A repercussão do troca-troca no comando da Segurança Pública não repercutiu. Mas por quê? O deputado estadual Trócolli Júnior (PMDB) tem a explicação. “A base dos problemas é, sobretudo, os baixos salários pagos aos policiais militares, civis e agentes penitenciários”.

Segundo o parlamentar, os baixos salários e os cortes nos contracheques, inclusive de direitos adquiridos “tem provocado uma ‘greve branca’ em meio a corporação, aliado a falta de condições de trabalho”.

Continuando com o seu ponto de vista, o deputado Trócolli comentou: “Muda-se os comandantes, mas não muda os salários (…). É preciso dar motivação aos policiais em termos salariais…”.

“… Comenta-se que existe uma ‘greve branca’ da categoria por falta de motivação (…). Então, o que eu acho é que o governo poderia estudar uma forma de melhorar os salários para os policiais militares, civis e também aos agentes penitenciários”.

É frustração de todos os lados.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.