Finalmente, governo reconhece que segurança da Paraíba está um caos

policia

A sensação é de que o governo “socialista” esgotou e reagiu no momento em que a violência – não é o único – e o principal fator do desgaste da imagem do candidato re-eleitoral Ricardo Coutinho. Neste sentido, o governador baixou na edição desta sexta (12) do Diário Oficial as mudanças profundas no sistema de segurança do Estado.

Faltou-lhe apenas coragem de trocar o secretário de Segurança. O atual Cláudio Lima pelo coronel Souza Neto. Por que não? O pior é que, apesar de tudo, ninguém acredita em melhoras se o governo não mudar a relação com os militares. Aliás, implantar a PEC-300 – negado no inicio da gestão – e sair na frente de outros estados brasileiros.

Como se sabe, na campanha eleitoral de 2010, em cima do palanque, o ex-candidato prometeu que a prioridade, caso fosse eleito governador – como aconteceu – era cuidar a segurança dos paraibanos. Parece que, quando fez a declaração de público, fazia figa ao lega para cima do palco a promessa.

Talvez, essa mudança foi feita com o propósito de aliviar a sensação de insegurança constante. Uma coisa é certa: o governo tem a difícil missão de tirar a Paraíba e João Pessoa do ranking de terceiro estado mais violento do país e a décima colocação de cidade mais violenta do mundo.

O importante é que governo “socialista” reconhece que a segurança é um caos.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.