Dos aliados do governo “socialista”, o DEM é o mais verdadeiro

Aliado por aliado, o DEM é o mais verdadeiro de todos do consórcio partidário do grupo político do governador Ricardo Coutinho (PSB). É o fiel da balança, como bem lembrou nesta sexta (23) o deputado federal Efraim Filho durante entrevista no programa Rede Verdade, do Sistema Arapuan de Comunicação.

“Somos o partido que participou das três últimas campanhas vitoriosas para o governo do Estado, 2002, 2006 e 2010 (…). Portanto, é superstição manter os democratas na chapa majoritária”, destacou.

Não é recado algum, até porque o partido – e não é surpresa pra ninguém – sempre proclamou que apóia a reeleição do governador “socialista”. Basta lembrar que foi a luta na eleição municipal de João Pessoa, quando ofereceu um nome para figurar como vice da então candidata Estela Bezerra.

Claro que vocês estão lembrados que o candidato a vice foi o deputado Efraim Filho, hoje o nome para figurar na chapa ao lado do governador Ricardo Coutinho, único com participação garantida em 2014. Como se sabe, o senador Cássio Cunha Lima (PSDB) chama para si a responsabilidade de indicar o vice, também o candidato ao Senado.

Na briga por uma das três vagas, além do DEM, está o PSDB e o PSD do atual vice-governador Rômulo Gouveia. “Então, resta aos democratas a vaga de senador…”.

“… Acho cedo falar sobre composição de chapa, pois é tradição na Paraíba que definições neste sentido só ocorram nos minutos finais do registro de candidaturas…”.

“… Porém, devo afirmar, sem exigência, sem imposição, que os democratas irão participará dessa discussão, lembrando que temos sido o fiel da balança das últimas três eleições para o governo do Estado”.

Falou até em quadros. “Nós temos quatro deputados estaduais (Domiciano Cabral, José Henrique, Assis Quintans e Lindolfo Pires), o meu, do senador (ex) Efraim Morais e de outras lideranças para apresentar como sugestão de candidatura”.

Efraim Filho fala com propriedade, pois na primeira eleição de Cássio para o governo o DEM emplacou os candidatos a senador Efraim Morais – saiu vencedor – e Wilson Braga. Na reeleição do tucano em 2006, indicou José Lacerda Neto para vice e 2010, embora não reelegendo Efraim, o pai, participou da chapa que levou Ricardo ao governo do Estado. “Haveremos de ser em 2014”, ressaltou.

Por tudo isso, o DEM tem vez e voz.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.