Liderança do PSB diz que reeleição de Ricardo pode ficar fragilizada

Duas grandes lideranças do Partido “Socialista” Brasileiro (PSB) estão pessimistas com a reeleição de Ricardo Coutinho e outros dois governadores da legenda. Dizem que ficarão fragilizados por causa da candidatura presidencial de Eduardo Campos.

Cid e o irmão Ciro Gomes são contrários a participação do PSB como protagonista da eleição presidencial e admitem, até, sair do partido por causa do que consideram “teimosia” de Campos, conforme noticiou o blogueiro Josias de Souza.

“Nem sempre uma candidatura própria é o melhor para o partido”, diz Cid que coloca como sendo um “desserviço” para o Partido “Socialista” Brasileiro a postulação do governador pernambucano Eduardo Campos.

Moral da história: a candidatura de Campos fragilizará o palanque a reeleição do governador paraibano Ricardo Coutinho, conforme opinião de Cid.

Significa, ainda, que as chances de reeleição de RC diminuem bastante com os “socialistas” tendo que enfrentar a presidente Dilma na eleição presidencial.

Assim sendo, além de um governo desgastado por causo do alto índice de violência e a falta de diálogo com a classe política, a população e os servidores públicos, resta a Ricardo torcer pela de desistência de Campos.

Do contrário, cruzar os dedos para que o senador Cássio Cunha Lima (PSDB) desista de concorrer, o ex-prefeito Veneziano Vital do Rego (PMDB) também renuncie sua pré-candidatura e o deputado federal Major Fábio tenha a legenda negada pelo novo MD (Mobilização Democrática).

Neste caso, seria a reeleição por W x 0 como deseja o governador da Paraíba.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.