Para que brigar com Ricardo se Cássio não deve nada a ele

Senador da República, Cássio Cunha Lima (PSDB) já proclamou diversas vezes que não deve nada ao governador Ricardo Coutinho (PSB). Se não de forma pública, em cima do banco da praça, como gostariam os paraibanos, em especial os servidores públicos, mas com frases demonstrando que não existe uma boa relação ente eles.

Há apenas respeito. Nada mais do que isso. Da parte do senador Cássio, a elegância de sempre no trato do assunto Ricardo. Como alguém que na sua intimidade tem a consciência absoluta de ser responsável por tudo o que ocorre na Paraíba, sobretudo o indisfarçável desejo da população de não atender mais uma chamamento para votar da mesma forma que ocorreu em 2010.

O Wascom captou mais uma dessas frases de efeito que existe apenas um clima de tolerância. Óbvio, tomado pelos atos do próprio governador do Estado A mais recente a exoneração de dois aliados do senador, entre um concunhado de uma das direções da Cagepa. CCL, sequer, foi informado das exonerações.

Como os paraibanos acompanhou passo a passo qual será o posicionamento de Cássio em relação as eleições de 2014, vai abaixo as frases captadas pelo Wascom em seu post principal no início deste domingo (21):

 “Não, da mesma forma que não fiz nenhum tipo de negociação com o governador para ter espaços de secretaria tal, secretaria qual (…). Ele tem autonomia para fazer a nomeação e a exoneração que ele bem entender…”.

 “… A minha aliança com Ricardo não foi feita com bases fisiológicas (…). Portanto, isto não interfere na relação que temos e no objetivo que estamos traçando de tentar, num ambiente de paz, de concórdia, de harmonia, criar um terreno propício para que a Paraíba se desenvolva”.

Cássio sabe: paz, concordia e harmonia são palavras que não existem no vocabulário do governador.

 

 

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.