É só o começo: Ricardo demite mais um cassista. Quem será o próximo?

Em mais um surto de valentia no trato com o condomínio partidário que dá suporte ao governo “socialista”, o governador Ricardo Coutinho (PSB) demitiu mais um nome ligado ao grupo do senador Cássio Cunha Lima (PSDB). Deu-se 24 horas depois que RC colocou pra fora de uma das diretorias da Cagepa o funcionário de carreira Marcos Túlio. Vem a ser concunhado de CCL e sogro do vereador Bruno Farias (PPS).

A “vítima” do segundo surto esta semana do governador foi Moacir Rodrigues (foto). Ele é  irmão do prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB), aliado do senador Cássio. Moacir exercia até o começo desta semana à presidência da Agência Executiva das Águas (Aesa) e vinha fazendo um bom trabalho.

Abespinhados, os cassistas afirmam não saber o que está acontecendo entre quatro paredes que, de uma hora para outra, o governador decide exonerar pessoas ligadas ao senador tucano, que ainda  não expôs oficialmente que é candidato a governador nas eleições de 2014.

Ricardo parece mesmo disposto a fazer uma “limpeza”, tirando de funções públicas pessoas ligadas ao provável adversário das eleições de 2014.

Não custa nada o prefeito Romero expor seu ponto de vista acerca da demissão do irmão. Ele precisa confirmar, por exemplo, se a exoneração de Moacir aconteceu porque ainda não atendeu um pedido de emprego do governador para uma pessoa ligada a ele na estrutura administrativa da prefeitura de Campina Grande. (?!?!?!)

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.