Vitor Hugo, de Cabedelo, estimula irresponsabilidade

O prefeito de Cabedelo, Vitor Hugo (União Brasil; foto), colocou o bloco na rua e convidou colegas de outros municípios a se unirem a convocação de paralisação da máquina pública, como se essa atitude também não fosse um “ato antidemocrático”.

Assim como o presidente da Federação dos Municípios da Paraíba (Famup), George Coelho, que defendeu a greve por causa da redução do FPM, a defesa de Vitor Hugo também é de irresponsabilidade, de quem não tem compromisso com a coisa pública.

Nós precisamos agir para que o povo não seja o mais prejudicado. Os prefeitos não podem ficar de braços cruzados”, justifica Vitor Hugo incentivando a irresponsabilidade.


Descubra mais sobre Marcone Ferreira

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.